Look do dia: Shorts e suéter

26.7.16
Domingo teve encontrinho de brogueiras lindas e sereias e eu acabei fotografando o look que usei. Sai de casa acreditando que iria passar frio e coloquei um suéter de pelinhos para me manter aquecida e uma meia grossa e no fim passei calor mas quis manter o look pelo menos pras fotos, né?
Já fazia um tempão que eu não postava look e eu tava louca com isso, mas nos últimos passeios eu tava bastante desanimada e isso tava me deixando triste, já que essa é a minha categoria favorita. Vamos as fotos:
GARNIER. PORQUE VOCÊ VALE MUITO
Eu amo preto, é a cor que mais tenho no meu guarda roupa e numa faxina, dia desses percebi que não tinha nenhuma peça branca que fosse realmente usável, estava querendo muito um tricô branco mas fiquei com receio de sujar muito, quando vi esse suéter todo fofinho não resisti (apesar de ter sujado de maquiagem antes mesmo de chegar no destino *minha cara*). A bota é guerreira e tá sempre comigo, o shorts é meu amorzinho porque o tecido é levinho mas tem uma pegada invernal também e posso usar ele em qualquer estação.
No fim das contas, gostei demais da combinação e com certeza vou usar mais vezes, tentei tirar as coisas fofas do meu guarda-roupa numa neura de que eu era infantil demais, mas entendi que posso ter peças fofas e peças menos fofas e mesmo assim fazer combinações que tenham a minha cara.



Migas brogueiras lindicas ♥


Coturno: Moleca | Sueter: Brás | Shorts: Emme | Meia Calça: Trifil | Colar: Forever 21

Fotos: Carla Nascimento e Cami Cassiano
Sentiram falta dos looks? Gostaram? Usariam?

Você precisa escutar: Regina Spektor

23.7.16
Eu já conhecia uma música da Regina que inclusive foi trilha sonora para o filme As crônicas de Nárnia: Princípe Caspian, mas na verdade não conhecia direito quem estava por trás da voz. Depois de um tempo conheci mais algumas músicas e recentemente levada pela curiosidade e pela lembrança, decidi passar algumas horas escutando suas músicas no aleatório e parecia que ela era minha cantora favorita fazia tempos, acabei conhecendo músicas novas e confesso que tive influencias para começar a ir atrás de mais, a Dani do blog Mimimi e fofurices é apaixonada pela Regina e me viciou na música You've got time que é trilha sonora de Orange is the new black (que estou viciada também), Enfim, separei alguns bons motivos para você que ainda não escuta a Regina, parar agora e sentir a vibe das músicas dela.

Regina Spektor ou Регина Спектор, no alfabeto cirílico é uma cantora, compositora e pianista Russa, radicada nos Estados Unidos. Regina tem sua música associada ao cenário antifolk que segundo a definição do blog One time for tea  é considerado por alguns como uma evolução do folk e por outros como a combinação do punk e do folk. As letras são sobre assuntos do cotidiano e as músicas quase não possuem efeitos, ficando apenas o som do violão, guitarra ou piano. Teve influencias artísticas desde cedo já que seu pai era fotógrafo e sua mãe professora de música, tendo fortes influencias musicais desde cedo como The Beatles, Queen e The Moody Blues. 
Eu descrevo o estilo dela de forma única, quando você escuta é algo extremamente marcante, sabe aquela coisa de artistas com assinatura? Ela transmite exatamente isso pra mim. Uma assinatura forte e ao mesmo tempo delicada. Com uma pegada vintage, melancólica e ao mesmo tempo calma.

Ela é uma fofa
Desculpa, mas eu amo pessoas que são fofas e é quase impossível não sentir interesse. A Regina não é só fofa no seu estilo e modo de se vestir mas transmite uma doçura nas músicas e na voz que é impossível não gostar, ela tem uma voz delicada que consegue me acalmar e faz com que eu me sinta melhor num dia ruim, por exemplo.

Você já deve ter cantado pelo menos 1 música dela sem saber
Quando eu comecei a procurar por suas canções, reparei que conhecia alguns de suas músicas e fiquei contente, porque me pareceu muito mais familiar ouvir o restante que ainda não conhecia. Quem nunca ouviu Fidelity na rádio ou assistiu 500 dias com ela e ouviu Us (vou deixar a playlist abaixo).

Ela compõe suas músicas
Regina gostava de fazer músicas em casa, mas só passou a levar a composição mais à sério quando fez uma viagem em sua adolescência para Israel, que enquanto estavam em viagem chamou a atenção pelas músicas que fazia no caminho e descobriu sua aptidão para a composição.


E vocês? Já conheciam? Gostaram?

Série para assistir no Netflix - Black Mirror

20.7.16
Recentemente fuçando nas séries do Netflix, meu namorado veio todo empolgado me contando sobre o primeiro episódio da série, quando ele me disse que se tratava de uma série que questionava as redes sociais e a tecnologia, quis assistir na hora, né? E ai terminei sozinha, porque não aguentei esperar para assistirmos juntos. Eu sai indicando para todo mundo que eu conhecia (pq sim, sou dessas) e tentando viciar quem eu pudesse. O mais legal é que fiquei sabendo que a Netflix comprou os direitos e possivelmente irá lançar mais 12 episódios. Se ainda não assistiu ou se já assistiu clica ai pra ver o que eu achei.
Não deixem de se inscrever para não perder os próximos vídeos