Como sobreviver á saudade

17.2.14

Eu sempre fui o tipo de pessoa que não abre mão das coisas, principalmente das coisas que gosta. Sempre fui bastante chata em relação á isso. Fui mais chata ainda quando se tratava de pessoas. sempre fui péssima para dizer adeus, partir ou abrir mão. Recentemente tive que presenciar esse pequeno pesadelo novamente e confesso que ainda estou em transe com tudo isso. Não sou boa para absorver as coisas de cara, esqueci de dizer isso também.
Uma pessoa que gosto muito foi viajar para longe e ficara por lá, por mais ou menos um mês e isso se torna ainda mais difícil quando essa pessoa é seu namorado e você esta acostumada á vê-lo todos os dias.
Assim que cheguei ao aeroporto, meu coração ficou pequeninho, de um jeito que sou incapaz de tentar explicar, não resisti e chorei. Mesmo pra mim que sou uma manteiga derretida, tentei me manter firme e não derramar lágrimas, mas confesso que foi inevitável.
Juro que estou me fazendo de forte e tentando não me lembrar muito sobre os momentos com ele, porque juro que as lágrimas retornam.
A volta dele esta programada, mas é impossível não sentir aflição ou um aperto no peito. Sabemos que a formula para a saudade não foi inventada ainda, mas convenhamos ô coisa ruim essa de sentir falta hein.
Posso até estar sendo um tanto melodramática, afinal existem tantos casais que namoram á distância hoje em dia.
No fundo confesso que a maioria deles deve sentir esse aperto também. Enfim, o que quero dizer é que sobreviver a saudade é um mal terrível. Parece com uma doença que se aloja dentro de você e demora algum tempo para aparecer, não existe um jeito fácil de sobreviver á ela. O meu melhor jeito de conviver com isso esta sendo meio que esquecer do que esta acontecendo, porque quando lembro, desmorono.
Acho que não existe maneira fácil de se prevenir disso, no fundo é algo que todos nós morremos de medo. Algo que somos incapazes de tolerar muito tempo, ou de tolerar e continuar firmes. No fundo não tem um jeito certo de sobreviver á isso.
E você, sente falta de alguém?

Comente com o Facebook:

0 comentários :

Postar um comentário

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?