A Saga Das Férias

6.7.14
Fazer resenhas não é exatamente o meu trabalho mas tenho que dividir essa paixão com vocês. 

 Narrada em primeira pessoa, a história não dá continuidade a Ultimo Sacrifício, último livro da série Academia De Vampiros, no entanto alguns personagens aparecem na trama, permanecem e envolvem-se com Sidney, até mesmo um vampiro rico, irritante e sedutor Adrian Ivashkov. Não é necessário ler AV para entender o Spin of, é uma história diferente e não exatamente a continuação de AV, mas mostra o destino de vários personagens conhecidos. 



 A história começa quando Sidney Sage é acordada pelo pai no meio da madrugada para uma reunião entre alquimistas no escritório de sua casa, no mundo criado por Mead, a humanidade desconhece a existência de Vampiros, porém, há um grupo de humanos chamados Alquimistas que cuidam para que os Vampiros continuem sob as sombras, assim protegendo a raça humana, e simplesmente odeiam Vampiros, afirmam que são seres sombrios e não naturais que não deveriam existir. Os Alquimistas criados por Mead, são humanos que levam numa bochecha de seu rosto uma tatuagem de Lírio Dourado feita com ouro e sangue de vampiro, é duvidosa seus componentes mágicos, fato que desencadeia uma série de mudanças na vida de Sidney. Durante a reunião é decidido que Sidney vá para um colégio interno em Palms Spring na Califórnia cuidar de uma Vampira Moroi Princesa Jill Dragomir que corre risco de vida, mesmo que Alquimistas odeiem vampiros e não suportem a ideia de estar a poucos centímetros deles, é necessário que exista um equilíbrio no governo Vampiro para que não venham no futuro ameaçar a raça humana e sua existência. 


 Sidney possui um histórico de perigoso envolvimento com Vampiros no passado (envolvimento retratado nos três últimos livros de Academia de Vampiros), o que provoca vista grossa dos Alquimistas em relação a ela e com seu trabalho. Conhecedora da química e amante do aprendizado, ela não vê problema em fazer o terceiro ano do ensino médio novamente, já que para proteger Jill Dragomir seria necessário que ela se passasse por aluna de Palm Springs no intuito de manter proximidade e protege-la de ataques Strigois. 
 No universo de AV existem 3 classes de vampiros:
  • Dampiros: Vampiros meio humanos, não bebem sangue e podem caminhar livremente sob a luz do sol. Durante suas vidas são treinados para futuramente se transformarem em guardiões e proteger a classe Moroi.
  • Morois: Vampiros vivos que alimentam-se de sangue humano, sensíveis a luz solar, geralmente magros e esguios, concebidos ao cruzamento entre dois morois.
  • Strigois:São vampiros mortos perigosos e sanguinários, sem compaixão ou qualquer tipo de sentimento humano. 
 Sidney chega em Palms Springs pensando que resolveria seus problemas e restauraria a confiança dos Alquimistas, mal ela sabia que a trama estava só começando. 



Em O Lírio Dourado, Sidney começa a aceitar com um pouco mais fácil a magica desenvolvida pelos Morois, que podem dominar um dos quatro elemento; água, terra, fogo ou ar. Ela não mais rejeita ficar com eles e seus sentimentos em relação aos ensinamentos que lhe passaram durante toda a sua vida começam a se conflituar, da mesma forma que seu coração ao perceber que pode estar apaixonando-se por uma dessas criaturas não naturais, sombrias e mordazes. Ela não sabe o que é amor, como é amar ou apaixonar-se, pois sua vida de Alquimista nunca a permitiu viver de verdade, ir a festas, beijar, namorar e usar minissaias. A carreira de Alquimista não é algo que se possa escolher, se você nasceu em uma família de Alquimistas pode dar bye bye a faculdade, a liberdade, a amizades e a namoros. Em Lírio Dourado um colega de classe diz ter encontrado a sua suposta alma gêmea, um garoto chamado Brayden e muito embora os dois se entendam quando o assunto é Shakespeare e parques eólicos, quando ele a toca ou a beija ela não sente nenhuma chama acesa no seu corpo. Essa é uma característica interessante de Sidney Sage, não saber o que é estar apaixonando-se, isso resgata os valores do romancismo tornando-o novamente algo bonito, não vou dizer por quem ela vai desenvolver esse sentimento porque será um spoiler um tanto forte. Sou o tipo de leitora sagaz que consegue descobrir o final do livro antes mesmo de chegar lá, mas te confesso que mesmo sabendo o fim, meu coração dava pulos a cada momento que esses dois passavam juntos, é de tirar o fôlego. Não me refiro ao sexo, mas aos olhares, você leitor e de certa forma expectador fica torcendo e xingando a persona o tempo todo para que abra os olhos e enxergue o que todo mundo vê menos ela. 
''Fechei os olhos, sentindo o meu corpo todo derreter, consumido por aquele beijo. Eu não era nada. Eu era tudo. Arrepios percorreram minha pele e uma chama ardia dentro de mim ''. O Lírio Dourado P.413  
 As vezes Sage sente-se pressionada demais para desempenhar um trabalho melhor, seu pai nunca depositou esperanças na garota o que a faz ser receosa quanto a si mesma, desde intelectual ao físico, principalmente quando começa a envolver-se cada vez mais com Morois, criaturas altas e magras, geralmente de beleza exótica, Sidney toma algumas atitudes nada saudáveis para conseguir a silhueta dos sonhos, mas Adrian Ivashkov um Moroi dominador de um elemento peculiar, o Espírito, a alerta do perigo.


A garota certinha, aquela que tenta de todas as formas possíveis manter o controle da situação, essa é Sidney Sage, pode parecer bem sem graça, mas eu gostei de que ela fosse assim. Uma coisa que podemos notar nas histórias de Richelle Mead é como o personagem cresce e se desenvolve ao longo do enredo, é um ponto interessante a ser atentado, o leitor pode crescer junto com o personagem, tanto que eu acho que o quarto livro (intitulado Coração Ardente em tradução livre, com previsão de estréia para o segundo semestre de 2014) deveria ser chamado de Desconstruindo Sidney Sage - Crenças na Parede  um título um pouco dramático devo ressaltar, é gratificante ver um personagem crescer e construir seus ideais, e em Feitiço Azul isso fica bem explícito, o confronto de crenças, de amores, de deveres. Quem sou eu? e O que sou sem os Alquimistas? são questões bem presentes e corrosivas. Em meio a toda essa bagunça, ataques de Bruxa maníaca que suga poderes de bruxas jovens, problemas com caçadores de vampiros, ataques Strigois, ameça a queda do governo Moroi, problemas com tatuagens Alquimistas e corações partidos ela encontra forças para resolver essas questões sem perder a cabeça. 
 São momentos que fazem com que o leitor lance um olhar interno e se pergunte: Será que tudo que me ensinaram até hoje é verdade? O que é verdade? Até a que ponto posso acreditar nas pessoas? Quais são os meus verdadeiros amigos? Os Alquimistas, aqueles que me ensinaram e me criaram ou os Vampiros aqueles que respeitam minha forma de pensar? 
 São questões fortes, Sidney é forte e com ajuda de seus amigos Dampiros, Morois e até um caçador de Vampiro indeciso ela vai conseguir resolver os problemas que praticamente minam na Saga, você acha que ela está resolvendo um, mas na verdade só está criando outro. 


 Nesse livro os laços de amizade que ela desenvolve com a turma de Dampiros enviados para também proteger  a Princesa Jill Dragomir e com o Moroi Adrian Ivashkov tornam-se mais fortes e resistentes, turma esta que ela tem que ficar atenta e colocar na linha, como deixar a Dampira Angeline Dawes longe de confusão, uma tarefa nada fácil, Angeline veio de um grupo de Vampiros e Dampiros chamados conservadores, que são contra as regras que dizem que Dampiros não devem ter uma relação amorosa sem que seja unicamente destinada a reprodução. Essa é uma questão muito delicada no Universo de AV pois casais  de Dampiros não se reproduzem, somente casais de Morois ou Morois com Dampiros. Os conservadores vivem nos Montes Apalaches e são seres distantes de algo chamado civilização, eles dançam em volta de fogueiras e brigam por causa de um prato de ensopado, super comum, acontece sempre! 
''Adrian conseguia enxergar a aura das pessoas, uma luz que as cercava e que estava relacionada com a personalidade delas. Ele me dissera que a minha era amarela, uma cor comum a de todos os intelectuais. Mas eu também tinha tons de roxo, o que indicava uma natureza passional e espiritual.''
O Feitiço azul P.175

 Sidney também começa a desenvolver habilidades mágicas que nos livros anteriores ela rejeitava totalmente, mas sempre decidida de fazer o que é certo, ela cede parando de ouvir o que seu cérebro manda e passa a agir um pouco mais com o coração. 

Paixões e Aventuras. Surpresas e Mistérios. Suspense e Sensualidade. É tudo o que você vai encontrar em Bloodlines, um trabalho maravilhoso da minha adorada Richelle Mead. Especialmente para você caro leitor, que se queixa de não ter nada bom para ler, sempre as mesmas histórias insossas de sempre, chateado com clichês de distopias e fantasias vampirescas nojentas. Vale muito a pena ler. 

''Você  me inspira em todas as ações, todas as palavras, todos os olhares. Eu olho para você e você parece... luz transformada em carne e osso. ''O Lírio Dourado P.415

Ficha Básica
Editora: Seguinte
Preços: Em torno de $36,90
Papel: Pólen Soft
Capa: Mole Brochura

Nº de Páginas
Laços de Sangue 430 
O Lírio Dourado 410
O Feitiço Azul  399

No início de cada capítulo tem uma flor, no primeiro livro é uma rosa, no segundo um lírio no terceiro uma espécie de orquídea, acho. 

  

Comente com o Facebook:

1 comentários :

  1. Eu simplesmente AMO essa série!!! Muito boa!

    http://mintpeppersalt.blogspot.com

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?