Cabeça Fora Dos Trilhos

22.8.14
           

Nem tudo é culpa sua, respire, OK...

Devia ter generosas 25 coisas a ser feitas na minha agenda semana passada e mal cumpri dez dos tópicos listados. Não sinta-se culpado, falta de vontade é o que não nos falta, no entanto nos vemos estagnados com tantas obrigações no caminho, acabamos tropeçando em cima de alguns e caindo. Recompor-se da queda e avançar o peão para o próximo tópico é complicado, hora de colocar mais impulso e óleo nessa engrenagem não acha? 

Céus! Na sexta série eu devia ser uma das pessoas mais desorganizadas da minha classe, embora meu uniforme estivesse sempre bem passado, sapatos e fivela do cinto bem ilustrados, boina limpa e meia calça sem nenhum rasgo sequer, minha vida por dentro daquela bolha de ''aluna padrão'' revelava uma menina em conflito, e muito embora eu cumprisse os prazos a risca e não tivesse um só fiozinho de cabelo fora do lugar, esquecia datas de testes e acabava não conseguindo uma boa nota.
Eu acordava todos os dias e fazia todas as atividades da minha lista OK. Checava se o uniforme estava em ordem, limpo e com os distintivos no lugar OK. Cadê minha boina? Quantas e quantas vezes embaixo do sol quente tive que correr quarteirões de volta para casa calçando um sapato de couro que parecia assar meus dedos e unir o nylon da meia calça a pele, para buscar a boina azul royal, peça indispensável do meu uniforme, ou uma cartolina? Pior! O caderno de inglês! Esquecê-lo era fatal, sinal de morte breve. A professora de inglês não era de perdoar.  E tinha vezes que eu abria o caderno com os horários do dia, atenta a cada matéria e material que deveria ser colocado na mochila, e acabava esquecendo o próprio caderno em cima do sofá. Eu era um horror! Já atrasada, pisava no quarteirão do colégio em que estudava e a sirene tocava, o portão fechar ameaçava, e eu em pânico entrava, as vezes achava que iria parar de respirar e ter um treco antes da linha de chegada, poxa...  Morrer na praia, e tão perto! Injustiça! 
E no mesmo dia, debaixo do sol de meio dia e quarenta e cinco,  eu prometia: amanhã eu saio mais cedo. Amanhã eu presto mais atenção. Amanhã eu reviso. Amanhã eu como. Amanhã eu melhoro. 
Amanhã, amanhã, amanhã? 
E hoje? 
Que tal hoje?
Vamos falar sobre hoje. 
Por que não começar agora?  Sem oposições, sem remissões HOJE, AGORA.
E se lhe dessem agora uma passagem para a viagem dos sonhos com tudo pago, você iria? Aceitaria aderir ao 8 ou 80 momentâneo? Eu, sim, provavelmente. Pode parecer um pouco radical, mas por que não pensar dessa mesma forma com as coisas cotidianas? Ficaria tão mais fácil cumprir as obrigações que mal sentiríamos o peso da resignação. Na adolescência costumamos chamar a falta de vontade de preguiça, discordo, não acho que seja preguiça ou falta de vontade, pois sempre temos objetivos o nosso problema é não conseguir enxergar a importância de certos passos para atingi-los. 

Na sétima série, depois de sofrer muito com a minha incapacidade para com o cumprimento de minhas obrigações e quanto a organização, criei uma rotina, não foi fácil, nunca é para ser sincera, mas dia após dia, me coloquei nos trilhos, ou melhor construí meus próprios trilhos, com meus próprios atalhos, deixando permanentemente itens que não poderiam, de forma alguma serem esquecidos, na mochila até conseguir lembrar com naturalidade do que eu precisaria, o pânico que eu enfrentava todo santo dia antes da escola e no caminho dela foi se esvaindo, e pude, finalmente, ter esse tempo reservado a devaneios adolescente sem preocupações. Minha boina até hoje fica na cabeceira da minha cama, não é a mesma daquele tempo, pois eu cresci, claro. 

Você não é preguiçoso e nem sofre de falta de vontade, só há uma necessidade de URGÊNCIA DO HOJE, nas veias, na mente, na vida. 

KIM. 

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Sobre eu amar os textos da Kim <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que o que temos aqui é uma das primeiras fãs?

      Excluir
  2. Eu sempre fui uma boa aluna e sempre tive tudo em ordem, mas esse ano... Ah, esse ano. Estou sendo a personaficação da palavra procastinação. To tentando melhoras agora no último trimestre, mas às vezes bate um desânimo... Adorei o texto! Bem motivador!
    xoxo

    S2juuh.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembre-se dos seus objetivos Jú, estamos aí na luta por eles.
      XOXO ;)

      Excluir
  3. "Você não é preguiçoso e nem sofre de falta de vontade, só há uma necessidade de URGÊNCIA DO HOJE, nas veias, na mente, na vida."
    Estava precisando ouvir, ou melhor dizendo, ler, essas palavras hoje... Obrigada, Kim.
    Lindo texto. <3

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?