Resenha: Esposa 22 - Melanie Gideon

24.11.14

Esposa 22 é o primeiro livro da autora Melanie Gideon, lançado no Brasil pela Editora Intrínseca. Esposa 22 é aquele livro que te chama atenção pela capa, título e preço (comprei no submarino bem baratinho) e que te deixa surpresa com história engraçada, dinâmica e bem escrita da autora.

AUTORA: MELANIE GIDEON.
EDITORA: INTRÍNSECA.
ANO: 2012 / PÁGINAS: 397.
Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento.


O livro narra a história de Alice Buckle, uma professora de teatro de meia-idade que está em um ano crítico, - pois é o ano que ela faz a mesma idade de quando a mãe dela morreu - e aparentemente viciada em internet. Alice adora passar horas na internet, e está sempre checando o feeds de notícias do seu facebook.

Apesar desses pequenos problemas de Alice, ela não perde o humor e, as vezes, a esperança. Então ela recebe a notícia de que seu marido foi rebaixado no emprego. Quando o marido, William, não quer comentar sobre o motivo do rebaixamento, Alice vai a procura de respostas. E ela acha! William, enquanto fazia uma pesquisa para empresa, com alguns casais sobre o novo produto da companhia, um estimulante sexual, acaba sendo totalmente anti-profissional e revelando para parte dos funcionários e para os casais que estão sendo entrevistados, que sua vida sexual não está nada boa. 
Alice fica completamente chocada ao ver o vídeo, e vê, que de fato, não está tão feliz assim no casamento.
"Se parece uma carta de despedida, desculpe-me. Não sei se é uma despedida. É mais um aviso. Você talvez devesse olhar o relógio. Deveria dizer a si mesmo: Alice já está fora há muito tempo. Deveria vir me procurar."
É quando Alice recebe um email à convidando para responder perguntas de uma estudo sobre o casamento.
Cada esposa, é aparentemente, designada à um pesquisador, que para ambos permanecerem anônimos precisam ter um tipo de codinome, o de Alice, é claro, é Esposa 22. Alice é designada ao Pesquisador 101, e os dois terão que ter uma grande frequência de troca de emails.
Até certo ponto, Alice vai respondendo as perguntas normalmente. As perguntas englobam não só coisas sobre o casamento em si, mas também sobre os gostos pessoais de Alice e os filhos dela.

Mas em certo momento, Esposa 22 e o Pesquisador 101 começam a ter um certo tipo de conexão, fazendo com que os dois queiram compartilhar algumas coisas um tanto pessoais, tanto, que resolvem criar uma conta no facebook só para se comunicarem entre si, sem ninguém saber. 
Alice está adorando essa atenção que recebe do Pesquisador 101, já que a própria é deixada um pouco de lado por William, que agora, desistiu do emprego e só quer saber de cozinhar.
De repente ela se da conta, que os sentimentos que ela tem pelo Pesquisador 101, é muito mais do que algo platônico.


O livro tem uma dinâmica bem legal, os capítulos são tão curtinhos, que para você terem uma ideia, o livro tem 100 capítulos. Boa parte deles, tem uma ou duas páginas, que geralmente são de pesquisas de Alice no Google, linha de tempo do facebook e emails de Alice, além das respostas da Esposa 22 à pesquisa.

Um das coisas que me irritaram um pouco no livro, é a constante teimosia de Alice em encontrar problemas onde não tem, principalmente relacionado aos filhos. Por exemplo, se o seu filho mais novo, Peter, não gostar de um garoto da escola, Alice acha que é um sentimento reprimido que Peter tem pelo garoto, pois acha que o filho é gay. E se ela acha caixas de doce escondidas no armário da filha, Zoe, ela já se desespera achando que a filha tem distúrbios alimentares. Mas talvez isso seja apenas coisa de mãe...
Apesar disso, acho linda a relação de Alice com Peter, que está sempre ao lado da mãe, e tenta ajudá-la das maneiras mais fofas (e engraçadas) possíveis.
"Nedra: Ele só quer que você toque, querido. Ele quer dizer que o mundo precisa de mais canções de amor (...) Bobby (soluçando): É exatamente o que eu quero dizer. Como você soube? Eu: Nedra é fluente em gemidos."
Outra coisa que gostei de ver além das amizades de Alice, foi as perguntas da pesquisa, principalmente quando eram sobre o começo do relacionamento dela com William, o que me fez querer desesperadamente que eles se ajeitasse e ficassem bem.

No decorrer da história me vi bastante curiosa para saber sobre o Pesquisador 101 e dando boas gargalhadas em certos momentos. Esposa 22 é um livro divertido, mas que também te faz pensar sobre suas escolhas de agora e como serão as consequências delas no futuro.

Nota pessoal:
★★★★★
Olá pessoas, espero que a resenha não tenha ficado muito grande para que vocês tenham preguiça de ler. haha
Espero que gostem!!! Se alguém tiver lido o livro, comente aí sobre o que acharam dele. Bjss 
Redes Sociais: INSTAGRAM | SKOOB

Comente com o Facebook:

10 comentários :

  1. O nome é resenha e não resumo, não tem problema ficar grande não. Hahah, cara eu preciso achar esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kim, ele é bem legal. Na submarino deve ter, comprei de 5,90. =)

      Excluir
  2. eu tenho também, comprei por R$3 e não dava nada por ele, mas é um amor, esse final então ♥♥♥♥♥

    www.meuolharmagico.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei um tantinho mais caro que você, haha. E também não dava muito não, me surpreendeu!!!

      Excluir
  3. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas fiquei interessada! http://livroarbitriodotco.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo, Karla. Você não iria se arrepender ao ler.

      Excluir
  4. Oi Ana!!
    Ahh que resenha gostosa de ler! Hihih, eu também comprei esse livro bem baratinho na Bienal de 2012, se não me engano! \o/
    Fiquei pensando aqui se o Pesquisador 101 seria o marido dela, sei lá, rs. Acho bacana livros que intercalam diferentes tipos de texto, no caso este tem e-mails, pesquisas no Google, e tal. E também adoro capítulos curtos, parece que estou avançando mais na leitura e fica mais fácil interrompê-la se necessário, né? xD

    Beijos e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, eu acho super divertido e prático livros que tem diferentes tipos de texto. Acho bem interessante, E é exatamente isso que acho sobre capítulos curtos, eu fico com uma vontade doida de terminar um, para começar logo o outro. haha
      Obrigada você por comentar. Foi uma ótima surpresa seu comentário. Beijão!

      Excluir
  5. Que legal, fiquei curiosa pra ler, se eu encontrasse aqui já compraria só pelo título já que fui esposa aos 22. hahahha
    Adorei a resenha!
    Beijos lindona!

    http://blogdaandy.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, que bom que gostou da dica, Andy. É um ótimo livro.
      Obrigada!!!

      Excluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?