Lacrimejando, já estou chorando.

17.12.14

Nenhuma das músicas mais lindas do mundo foi escrita para mim. A gente ri das coisas, finge que não é com a gente, esconde as lágrimas da boca e os sorrisos dos olhos. Parece que o barulho da catraca é a melodia intacta da rotina inquebrável, mas estou praticamente de férias e sabe qual é a melodia externa das minhas férias?

Silêncio. Estática e ruídos de fundo. 

Uma torrente de frases rolam na minha dashboard do Tumblr, a maioria retratando dor, sofrimento, choro e corações partidos. Nada disso é novidade, embora continue entupindo minha dash com lixo sentimentalista. O que nos faz chorar?

Seria o acúmulo de sentimentos não expressados mascarados pelo nosso rosto inexpressivo? Seria somente a provocação da glândulas lacrimais? Por que o choro está tão relacionado ao nosso estado atual? 

Estou fazendo perguntas demais... De qualquer forma sempre existirá mais perguntas do que respostas nesse mundo. É natural, saudável, recomendável e aprovado por cientistas: chorar faz bem para a alma. Agora, lamentar já é outro caso. Enquanto o choro é utilizado de mecanismo para libertação (fiquei parecendo uma pastora da universal, mas ok), para extravasar, tudo bem. Reveja seus motivos, não chore pelo que não vale a pena, ou uma lágrima, nesse caso. 


Ouça:


FAIXA BÔNUS

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Concordo, repensemos nossos motivos e sejamos mais Felizes .
    Beiijos

    facesdeumoutono.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo.Vamos ver o lado bom da vida. Que sofra, mas que não dure o tempo desnecessário.
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?