Apresento-lhes ao 2:54

11.2.15
Como tudo aconteceu

Nasceram na costa oeste da Irlanda perto dos penhascos de Moher, o mais alto da Europa e, eles cresceram na cidade britânica de Bristol: a porta de entrada para o Sudoeste e aficionadas com Glastonbury, uma paisagem etéria cheia de folclore sobrenatural. Não é nenhuma surpresa, Colette, a mais velha das duas por três anos, diz que elas são atraídas por "atmosféricos lugares místicos."

Hannah aprendeu sozinha a guitarra e em seguida, ensinou a Collete. Elas começaram a tocar juntas apenas por diversão. Tiveram uma banda anterior 
Punky, com canções de dois minutos, uma espécie de protótipo do que seria o Two Fifty-Four. Colette escrevia naturalmente as canções que acabaram se tornaram 02:54.  

O nome da banda é uma referência a desagregação do núcleo duro que entra em ação em uma música dos Melvins "A History of Bad Men" no segundo minuto e quinquagésimo quarto segundo.

Colette é a de cabelo curto e parece com a vocalista Romy Madley Croft do The XX

Sobre o Som

Como multidões têm crescido, a confiança seguiu o exemplo elas têm tentado construir-se e não se sentem aterrorizadas quando tocam, já dá pra notar que auto confiança é o forte delas. Os Thurlows ter tranquilidade de uma seção rítmica poderosa com Alex Robins e Joel Porter que as vezes mais parecem ser uma banda de apoio como suporte para o brilho das irmãs

O som poderoso permeia em algum lugar entre o grunge com distorções e lúcido dream-pop, o 02:54 sempre estiveram à beira de dois mundos.


Minha Opinião
A 2:54 produziram dois álbuns de estúdio até agora, mas ainda tem um longo caminho para percorrer em busca de amadurecimento musical. 
As letras eu classifico como momentâneas, arrancadas de um momento qualquer que as marcou. Em Orion e Blindford isso fica claro. 
Embora possa ser facilmente comparada com a The XX as guitarras distorcidas dão originalidade as suas músicas. É uma banda para ficar de olho, ela está em evolução. Ouça:



Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Não conhecia. Vou adicionar à minha playlist :)

    Eu, Garota Anônima

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma ótima banda. Nunca tinha ouvido falar nelas, mas até agora estou gostando das músicas. :)

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?