Resenha Filme: Revolutionary Road

5.2.15

O que seria da vida sem os sonhos, as aspirações e os planos? É como ficar preso numa rua promissora, num cruzamento entre o sucesso e fracasso e o trem bala a todo 'vapor' em sua direção. Quando se tem filhos os sonhos ficam em segundo, terceiro, décimo quinto plano e as pessoas são fadadas as mesmices imposta pela rotina.  Revolutionary Road, com tradução a contento para Foi apenas um sonho em português, é uma adaptação de um livro de mesmo nome, dirigido por Sam Mendes. Veja o Trailer. 




O cenário sólido no que desenrola a trama é uma ideia futurista de como seria a vida de Rose e Jack se o Titanic não houvesse afundado¹, eles se mudariam para a América e como todos os jovens da época buscariam a realização de seus sonhos, e como manda a tradição, fracassariam e aos trinta anos de idade aceitariam sem relutância o cenário ao qual suas vidas se rederam. O de ser igual aos seus vizinhos, ter uma vida igual. E quando isso acontece, culpam um ao outro pela poça de lama que juntos cavaram.




lance da Rua da Revolução/Rua Revolucionária me lembra 8 Miles A rua das Ilusões, filme em que o rapper Eminem protagoniza. Em 8 Miles, que também é o endereço de uma rua, os garotos que buscam a ascensão por meio do rap não conseguem êxito por existir uma espécie de barreira imaginária/psicológica que impede a realização de seus sonhos. O casal  April (Kate Winslet) e Frank Wheeler (Leonardo Dicaprio) também encontram uma barreira psicológica, uma gravidez não planejada, a frustração na juventude por ter conseguido a grandeza na carreira de atriz, e a questão financeira (que sempre impediu e ainda impede a todos) os prendem nessa rua revolucionária, fazendo-os guardar suas passagens e sonhos na gaveta mais uma vez

Não estava nos planos de ninguém se tornar adultos infelizes, mas isso nunca é escolha nossa, e se for escolha, acho que nunca encaramos tal fase como se fosse de fato uma escolha que mudaria todo um futuro

Em pleno anos 50, início do movimento dos direitos civis e do movimento feminista nos EUA, o plano do jovem casal com dois filhos, era mudar para França, e enquanto April trabalhasse para sustentar a família Frank ficaria em casa em busca de sua verdadeira vocação, teria tempo para si e para ler. Uma ideia um tanto absurda na época, repudiada pelos vizinhos, embora no fundo desejassem estar no lugar deles e ter a coragem para realizá-lo. 


                    A posição dos vizinhos fica clara aos 2:56 do video.

A grama do vizinho é sempre mais verde. Sempre queremos o que o outro tem. Nunca estamos satisfeitos com o que temos. Sempre queremos mais. Queremos mudar e nunca sabemos como e quando. O grande medo de April e Frank, que já estava em processo, era tornarem-se iguais, na multidão para tomar o metrô na ida ao trabalho. A ideia de mudar de lugar sempre aparece na mente de todas as pessoas como a cura para vícios e para o tédio, como é o caso. Infelizes com eles mesmos, buscam o prazer com outras pessoas. O adultério é cometido pelos dois lados.



É um filme denso, de atuação intensa de aplaudir de pé, Leonardo Dicaprio deveria ter vencido na categoria de melhor ator naquele ano, ele foi indicado ao oscar e ao Globo de Ouro, somente Kate Winslet faturou um prêmio. O que me leva a pensar que está acontecendo Bully com o Leo Di, quero deixar essa denúncia em aberto aqui. Ele atua com tanto sangue, a raiva os gritos são reais. Leo deixa a flor da pele todas as suas frustrações e atua com êxito. Injustiça não faturar nem um globinho de ouro. Se você assistir verá que não estou exaltando o ego do Leo somente por ser bonitinho. A Kate mereceu o Globo de Ouro. 

|¹ a menção ao longa Titanic é apenas um trocadilho, já que o casal de Revolutionary Road é interpretado pelos mesmos atores de Titanic.  

Ps. Estou adotando trechos do filme para o post ficar mais interativo, leia e assista, assim é mais decidir se o filme é bom ou ruim. 


Ficha técnica
Diretor: Sam Mendes
Ano:2008
Gênero: Drama
Trilha Sonora: AQUI
Avaliação Pessoal: ★★★★

Comente com o Facebook:

6 comentários :

  1. Nossa, esse filme parece ser bem interessante e eu AMO esse tipo de drama. <3

    http://pausaproretoque.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só perde para Closer - Perto Demais. Nem ouso a resenhar sobre esse filme. Ainda não o entendi por completo

      Excluir
  2. Nunca tinha ouvido falar sobre esse filme, mas como me identifico com a maioria dos personagens do DiCapri, tenho certeza que vou gostar desse também. Adorei a indicação barra resenha.

    Caligrafando-te

    ResponderExcluir
  3. Bully, hahahaha
    Parece ser um bom filme, vou assistir um fim de semana desses.
    :)

    Eu, Garota Anônima

    ResponderExcluir
  4. Parece bom, vou procurar assistir..
    Beijos

    http://www.mufevblog.com/

    ResponderExcluir
  5. Já assisti esse filme, inclusive tenho ele até hoje guardado, mas não gostei tanto.

    http://alinesecretplace.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?