Ontem eu assisti God Help The Girl

7.5.15
Quando Emilly Browning levantou da cama, pulou a janela e começou a cantar minha primeira reação foi 'God help me, i didn't know it was a musical'
Não gosto muito de musicais. Mas prefiro classificar esse filme, não como um musical, mas como um filme sobre música
Please, quem é que levanta cantando e coreografando com os objetos? Acontece que eles cantam sobre reflexões de seus dias e sentimentos de forma vitoriana e melancólica. Essa obra indie britânica, nos lembra de nossas aspirações e sonhos, é um lembrete se quiser fazer, aconteça! 


A história se passa em Glasgow, na Escócia durante o verão. Três jovens com a paixão pela música em comum, percorrem sem rumo seus dias. 

Eve, pelos olhos ao qual a história se passa, escapa do hospital psiquiátrico onde ela está sendo tratada por anorexia nervosa e faz seu caminho para Glasgow. Em um show, ela conhece James(Olly Alexander), um salva-vidas e aspirante a compositor. Ele a apresenta a Cassie (Hannah Murray) e os três se tornam amigos.


Eu amo essa música do video acima, é a melhor do filme. O mais incrível é que, embora se contradigam, o filme é baseado em na vida real do diretor e também membro da  banda God Help The Girl.  Stuart Murdoch, líder das bandas Belle & Sebastian e God Help The Girl. 
Assim como Eve, Stuart o mesmo aconteceu com Murdoch, quando, no final dos anos 80, foi diagnosticado com síndrome de fadiga crônica. A doença impediu que ele trabalhasse por sete anos, mas possibilitou que ele amadurecesse o que viria a se tornar sua profissão de músico e compositor.


James é o pessimista em relação a tudo, a parede em que Eve e Cassie esbarram sempre a sugerir algo. Assim como eu a Cassie idolatra David Bowie, ela não é muito distante da Cassie que conhecemos em Skins. Deixa o coração apertado já que a série (Skins) terminou há dois anos, é assustador vê-la cantando, com a voz leve, doce e solta.


A tristeza é narrada como bela e frágil, domadora dos sensíveis corações que tentam reconhecer e aproveitar a liberdade. A trama é carismática e brinca com o espirito do espectador. Adornada pela música, letras simples e melodias minimalistas, ele te acolhe e entretém. O que vem depois? 
A gente nunca sabe. Os personagens nunca sabem o que querem. Alguns vivem seus sonhos trancado em um quarto como o James, outros esperam por dias melhores no ateliê de casa como a Cassie.  Música muda isso. A música é o expresso do oriente desse trio. 

Ficha Técnica
Direção:Stuart Murdoch
Roteiro:Stuart Murdoch
Trilha Sonora: Aqui
Ano: 2014
Avaliação Pessoal: ★★★★

Comente com o Facebook:

4 comentários :

  1. Não sabia que era musical também! Agora fiquei curiosa, geralmente não curto, mas gosto muito das atrizes. Pode ser uma surpresa boa! Vai pra minha lista do que assistir nesse fim de semana <3 :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei como tu contou a história. Eu vi esse filme há uns meses atrás, mas ao contrário de ti amo musicais ou melhor, filmes sobre música (inclusive um outro ótimo filme é "begin again"). Sobre esse filme, além da trilha sonora ser doce, o estilo da Eve é maravilhoso. E a Cassie, bem, eles fizeram muita ligação com a de Skins (inclusive no fato de ambas terem ido à Escócia no verão).
    Enfim, esse é um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos juntamente com begin again, porque tudo é tão melancólico e doce ao mesmo tempo, sabe?

    Abraço, A.
    Blog Casa Cafeina | DIY e Decoração

    ResponderExcluir
  3. AI MELDELS EU PRECISO VER ESSE FILME! ♥
    Esse é o tipo de filme com o qual me deparo e percebo, na hora, que irei adorar. Já marquei na lista do filmow para vê-lo depois. Férias, cheguem logo!

    Beijo ;*

    Wink

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?