Resenha: Já estou com saudades

11.7.16
Fim de domingo, comecei a revirar os títulos de filme no Netflix e um deles me chamou atenção, de cara pensei que fosse uma comédia romântica e decidi me arriscar, quando notei que a Drew Barrymore fazia parte do elenco sabia que tinha feito uma boa escolha, gosto da atuação dela e de todos os filmes que assisti, não me recordo de ter me decepcionado.
Os opostos se atraem. Milly tem tudo: uma carreira de sucesso, um marido devotado e dois filhos lindos. Sua melhor amiga Jess, por outro lado, trabalha numa horta comunitária, vive numa casa-barco com o namorado e deseja, desesperadamente, ter um bebê. Amigas desde a infância, Jess e Milly sempre dividiram segredos, roupas, até namorados; suas diferenças são o que as mantém juntas. Uma reviravolta do destino as unirá mais ainda, mas, enquanto Jess tenta equilibrar sua vida e ainda apoiar Milly, a pressão dessa amizade começa a se tornar difícil de suportar.
O filme começa com uma pegada gostosinha, mas te dá uma impressão estranha sobre a amizade de Milly (Toni Collette) e Jess (Drew Barrymore), eu fiquei os primeiros 20 minutos pensando que o filme era de comédia e ai o enredo te pega de jeito e começa a te prender, te fazer entrar na trama e entender o que esta acontecendo.
O filme relata de um outro jeito a vida de uma pessoa com câncer e a mudança que ela e as pessoas ao redor precisam enfrentar, o filme é leve, engraçado e emocionante. Te faz se perder na duração e te dá uma sensação tão única que sou incapaz de explicar.
Nunca fui de muitos amigos, não por opção mas porque a vida acabou trazendo pessoas que não duraram muito tempo ao meu lado e ver uma amizade tão bonita, me trouxe esperança, me deu uma outra visão sobre como uma amizade verdadeira deve ser.
O filme é dirigido por Catherine Hardwicke, que me causou bastante antipatia já que ela dirigiu o primeiro filme da franquia Crepúsculo de uma forma que eu sendo fã da saga não aprovei. No mais, a direção foi muito boa mas preciso ressalvar que um dos momentos me deixou irritada com o fake, com como soou falso e improvável, para não dar spoiler vou apenas falar que foi um acontecimento no final do filme que jamais seria como foi, não é nada grande mas como eu sou chata pra caramba, fez diferença.
O que mais gostei do filme é como as coisas te emocionam, como te tocam de uma maneira profunda e te fazem pensar no amor e no valor que você oferece pelas pessoas próximas.
Será que você esta dando a verdadeira importância para as pessoas ao seu redor? Será que esta aproveitando cada minuto com alguém querido, enquanto pode?

O filme esta disponível no Netflix.
E vocês? Gostaram?

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Adorei sua resenha, estou louca para ver esse filme. <3

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lembro de já ter visto sobre esse filme mas nunca assisti.
    Acho que ia adorar, tem jeito de filmes que gosto... mas ando nuns dias meio estranhos então não vou arriscar hahaha

    Mas gostei da dica.

    Beijos
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga, é fofo, engraçado e com drama mas é um amor. Aposto que cê vai gostar.
      Beijos

      Excluir
  3. Que indicação linda! Fiquei com vontade de assistir esse filme!<3
    Beijos
    www.desencana.com

    ResponderExcluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?