Romantismo com toque francês: Le Pie

20.4.17

É raro ouvir música pop tão vulnerável e sombria quanto edificante e linda.

Ela passou sua juventude como baterista e front woman para várias bandas punk, gritando e esmagando seu caminho através do palco de qualquer pub sujo ou bar sujo que iria deixá-la entrar.

Então, em 2014, ela começou a escrever e gravar música solo que a viu se afastar das bordas irregulares de seus anos de punk rock formativo e começar a explorar as texturas pop e melodias inspiradas pelo brilho simples dos grupos de garotas dos anos 50 e 60. As músicas que se derramaram apresentaram melodias vocais lúdicas e encantadoras, ligadas a letras profundamente pessoais, investigando a complexidade do amor e dos relacionamentos modernos.

Ela anunciou essa nova direção com seu single de estreia, "Secrets", em janeiro de 2015, e seu som pop grunge-meet-vintage instantaneamente começou a ganhar elogios de alguns dos maiores nomes da música australiana, incluindo triple j.


O acompanhamento único, a suave balada 'Josephine', destacou a diversidade em seu som, também marcou airplay no triple j e foi novamente adicionado à rotação regular no rádio FBi e Unearthed. Quando o épico 'When We Talk' seguiu o exemplo, depois que ele foi lançado exclusivamente como uma contribuição para o Rice Is Nice Vol. 2 ALL GRRRL Mixtape compilação de angariação de fundos, as pessoas começaram a perceber que o hype em torno de Le Pie foi justificada. Ela é uma compositora com um histórico impecável que tem fãs que pedem mais e mais.

Adicione a isso uma pilha cada vez maior dos elogios, incluindo ser nomeada a artista da semana e um do Top 10 empreendedores quietos de 2015 pelo Unearthed; Um artista independente da semana assentimento da FBi.


Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Sempre que vocês indicam um artista novo aqui eu saio correndo pra ouvir, e gente, QUE SOM!
    Sério, tô ouvindo agora mesmo e tô amando. É muito fiel aos anos 50 e 60 mesmo *-* ♥

    www.ultimobiscoito.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de feedback que eu gosto *-*
      Ela é incrível, volte sempre as quartas u.u

      Excluir

Você não precisa de um blog para comentar <3
Pode comentar a vontade, dar sugestões bater um papo comigo e fazer criticas desde que essas acrescentem alguma coisa. Sinta-se em casa, só não vale ser grosseiro tá?